top of page
  • Foto do escritorIfigênia à Brasileira

A Famosa Cordialidade Brasileira

Boa leitura, mas se preferir ouvir, basta clicar sobre a foto que você será direcionado ao Spotify.



Olá, eu me chamo Marco Faustino e sou o porta-voz de Dona Ifigênia, essa intrépida senhorinha que nos traz suas “histórias”. Vou contar o que ela disse ontem pro seu médico sobre “A Famosa Cordialidade Brasileira”.


Ontem Ifigênia passou a tarde bastante quieta e bem calma, lendo vários jornais. Em dado momento soltou uma gargalhada, olhou para seu médico e disse:


“A chamada cordialidade brasileira, na verdade, é uma das consequências do nosso tipo de processo de colonização. Relações fortemente calcadas pela pessoalidade entre o poder constituído e os clãs familiares beneficiados pela exploração da terra não incentivaram a geração de linhas claras entre o que é público e o que é privado. Ao contrário, neste gigantesco país dos trópicos, essa característica da organização econômica/social acabou por trazer muito detrimento ao conceito de que o bem coletivo existe para trazer o bem-estar de todos.


Isso quer dizer: Nossas elites até hoje não entenderam direito a diferença entre o que é o “bem público” e o “bem privado”. Consideram natural que apenas uma parcela privilegiada da população usufrua “do público” e que os demais sejam aqueles que são “os privados” de tudo.

Você sabe Doutor, por acaso, por que isso também não mudou no Brasil de hoje?”


Pois é. Essa é Ifigênia, uma brasileirinha. Que língua afiada essa senhora tem, não? Podem compartilhar o que ela disse se quiserem. Ela não vai achar ruim. Até o próximo episódio.

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page